Yoga

O corpo humano sempre foi um objeto de estudo por muitas gerações, compreender com ele funciona, reage, se manifesta, é até os dias de hoje uma obsessão para muitos cientistas e pesquisadores. Muitos destes aprendizados são milenares, e aplicados nos dias de hoje, para nos trazer mais saúde e uma melhor qualidade de vida.

O movimento corporal sempre foi visto como solução para vários males que abalam nossa saúde e estrutura, e hoje existem várias maneiras de se preservar uma boa saúde, ou até mesmo recuperá-la, por meio de procedimentos de exercitam nosso corpo de maneira mais eficaz, sem muitos danos e lesões em partes fundamentais, uma ótima alternativa é a yoga, uma filosofia de vida que busca o equilíbrio do corpo e da mente, a ampliação da consciência e a união do indivíduo à sua verdadeira natureza e à natureza do universo. Originário da Índia, o yoga pode ser entendido como um conjunto de práticas e conhecimentos desenvolvidos há mais de 5.000 anos e, ainda que admita inúmeras vertentes e derivações, a essência se preserva em torno de um objetivo comum: harmonizar o corpo e a mente. Para isso, o yoga faz uso de três pilares: técnicas de respiração (pranayamas), posturas de yoga (ásanas) e meditação.

Tentar separar Yoga entre arte ou ciência, exercício ou técnica, doutrina ou religião, estilo de vida ou cultura, é inevitável para muitas pessoas, porém, o Yoga surge como uma ideia do ser humano e do seu papel na ordem das coisas, levando-o para um caminho de crescimento pessoal e de compreensão interna.

São muitos os benefícios proporcionados pela prática do yoga, como melhorar a flexibilidade, força, equilíbrio, resistência. Além disso, muitas pessoas que praticam yoga dizem que ele reduz ansiedade e estresse, melhora a clareza mental, e ainda ajuda a dormir melhor.

Por isso, pessoas do mundo toda adotaram o yoga como uma prática habitual, praticando em locais específicos, em casa, parques ou até mesmo em locais mais afastados, para alcançar o máximo da tranquilidade e concentração durante a prática dessa atividade milenar, mas tão importante nos dias atuais como forma de reflexão, autoconhecimento e terapia.